Aliados
Eventos Oficiais Ativos
Seja um aliado!

Código:
<a href="http://reinogamer.forumeiros.com"><img src="https://i37.servimg.com/u/f37/17/02/04/48/button12.png" /></a>

[Artigo] - Como criar um bom jogo? - Parte 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Artigo] - Como criar um bom jogo? - Parte 2

Mensagem por Naruto RPG Maker em 10/1/2015, 14:42

Como criar um bom jogo?

PARTE 2 – ENREDO

Para começar o ano a todo vapor, vamos falar do enredo. Esta deve ser a parte mais longa de todo o artigo, pois é aqui que iremos definir os detalhes dos personagens, a narrativa, os mapas, músicas, efeitos sonoros, etc.
Antes de começar a ler, fique confortável e coma um lanche, para não passar fome depois. Você ainda tem aquele seu caderninho? Se sim, ótimo, pegue-o, caso contrário, pegue uma folha de outro caderno, pois será útil para fazer anotações importantes.
Agora que já definimos o porquê você quer criar seu jogo, vamos começar a pensar na história. Defina os personagens, tanto em características físicas, quanto emocionais. Por exemplo: Um homem alto, forte, porém sensível chamado Roy e uma mulher, chamada Kátia, de mesmo tamanho, magra, meiga, bonita e fica histérica quando vê algum animal selvagem. Isso são exemplos de criação de personagens, mas lembre-se: use sempre o mesmo padrão emocional até o fim do jogo, salvo algumas exceções.


Criados os personagens, criaremos a narrativa. Uma dica para criar uma boa história é detalhar ao máximo, porém com bom senso, os acontecimentos. Aqui estão duas versões de uma mesma história, leia e avalie a melhor.

#1
Há muito tempo atrás, num reino governado por um rei mesquinho e que maltratava seus súditos e seus servos. Um dia, um garoto que perdeu o pai em uma guerra, se rebelou contra o rei, porém foi preso.
Na prisão, resolveu mudar os pensamentos de todos até que foi organizado um motim. Depois de muito lutar, o rei foi derrotado e o reino viveu um período de paz.
#2

O ano era 1326, Roma, Itália. O rei Francisco IV era muito mesquinho e egoísta, não dividia seus bens com ninguém e ficava com todo o dinheiro arrecadado para ele. Absolutamente ninguém gostava dele.
Insatisfeito com as atitudes do rei, um garoto chamado Júlio, que teve o pai morto em uma guerra ocorrida no mesmo reino, se rebelou e, com ele, um grupo de pessoas. Como o exército era muito poderoso, o rei mandou Júlio para a prisão e condenou todos que o seguiam.
Na prisão, o garoto, muito esperto, começou a usar sua lábia para começar um grande motim, que foi concluído com sucesso e, depois de muito batalhar, Francisco IV foi retirado do trono e, agora, o reino vive um longo período de paz que deve prosperar por muitos anos.


E aí? Qual das duas você acha melhor? A 2ª? Está mais detalhada não está? Mas, ainda podemos acrescentar algumas coisas para melhorá-la. Vejamos:


#3O ano era 1326, Roma, Itália. O rei Francisco IV, de 48 anos, era muito mesquinho, egoísta e hipócrita, dividia poucos de seus bens com a família e muito menos com o povo do reino, todo o dinheiro arrecadado de impostos ficava com ele. Todos o detestavam. Na periferia da cidade, havia um garoto, chamado Júlio, de 25 anos, aproximadamente, que tomou a decisão de partir em busca de vingança daquele maldito rei, que, inclusive mandou seu pai para uma guerra que lhe custou a vida. Alimentado por ódio e rancor, Júlio partiu para o castelo, que ficava ao norte, uns 800 metros de sua região. Como era ótimo em falar, conseguiu alguns seguidores revoltosos, entre eles, Thomas e Raphael, dois nobres insatisfeitos com as atitudes do rei. Se prepararam com as melhores armas e armaduras da cidade e partiram em direção ao castelo.
Ao chegarem ao destino, se depararam com um imenso e poderoso exército, com cerca de 200 soldados e 30 arqueiros. Porém, movidos pela fúria, enfrentaram bravamente, mas os que não foram mortos, foram condenados a permanecer na masmorra se alimentando apenas de pão e água. Júlio e Thomas estavam condenados a isso. Quanto a Raphael, estava morto no campo de batalha.
Haviam se passado 2 anos, Júlio havia pensado em um plano para sair de lá e tomar o trono de Francisco IV, mas era necessária a colaboração de todos. Começou-se então um grande motim na prisão, onde vários outros foram mortos, inclusive Júlio. Em seu leito de morte, fez Thomas prometer que cuidaria de tudo.
O motim foi um sucesso, o rei finalmente foi tirado de seu trono, e Thomas assumiu, sempre lembrando de Júlio, que foi eternizado em uma estátua no centro da cidade. A partir daí, o reino viveu um período de paz que devia prosperar por muitos anos.


Viu só? Melhoramos muito a história não é? Ainda há alguns detalhes a mais que é possível colocar, mas isso vai da criatividade de cada um.
No enredo, podemos definir a base dos mapas usados, com base na história que criamos. Pegaremos como base a história acima, quais mapas teriam sentido em se usar? Um exterior e interior de castelo, centro e periferia de uma cidade, uma ferraria, um campo de defesa em frente ao castelo, uma masmorra, uma guilhotina, talvez. Com base nessa análise, já sabemos os tipos de gráficos que precisaremos procurar.
Pode ser feita uma floresta, alguns lugares para o jogador explorar, enfim, a criatividade usada anteriormente continua importante.


As músicas e efeitos sonoros também são importantes em um jogo, pois são eles que passarão a emoção e o sentimentalismo ao jogador. Seja coerente com isso, por exemplo: Não coloque um funk ostentação em um lugar calmo (aliás, a não ser que seja um jogo atual, e coincida com o mapa, nunca coloque funk como música de fundo).
Uma boa música que poderia ser adicionada, no momento da batalha, por exemplo, é uma mais agitada, que dê choques de adrenalina no jogador, faça-o sentir que realmente está dentro do jogo.
Em um jogo de terror, músicas calmas e efeitos sonoros assustadores são muito importantes, então dedique um bom tempo nesta busca.


Por fim, mas não menos importante, existe também o Level Design. Não adianta de nada pegar os melhores gráficos, se não forem colocados nos lugares corretos. O mais básico é o mapeamento. Existem muitos tutoriais na internet e alguns no fórum. De uma pesquisada.


Se você tem uma equipe, provavelmente já tem alguém para fazer todas essas coisas, mas, se você está sozinho, não desanime. Lembre-se, criar um jogo é como cuidar de seu filho: leva tempo, dedicação, vários problemas, mas, no fim, você sente orgulho.

Considerações Finais

Chegamos ao fim de mais uma parte do artigo de como criar um bom jogo. Faça tudo com calma, mesmo que leve vários dias para terminar, não se sinta obrigado à terminar seu jogo. Claro, estipular um tempo para trabalhar nele é essencial para o sucesso, mas faça-o se divertindo que será muito mais agradável e o jogo ficará muito melhor de ser jogado.
No próximo mês, falaremos de como fazer uma boa distribuição de tempo para o trabalho e o lazer.
avatar
Naruto RPG Maker
Administração
Administração

HP
100 / 100100 / 100

Mensagens Mensagens : 124
Idade : 18

http://pgrpgm.wix.com/gamesrpgmproducoes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum